Oficinas Culturais e Pedagógicas

Oficinas Culturais e Pedagógicas

Produção simbólica, material e artística.

"A arte diz o indizível; exprime o inexprimível, traduz o intraduzível."(Leonardo da Vinci)

O que é?

São oficinas, culturais e pedagógicas, ministradas por profissionais especialistas.

Qual é o objetivo ?

Oferecer as mais variadas formas de expressão, visando a produção simbólica, material e artística.

Como?

A partir de dinâmicas interativas.

Oficinas Culturais

  • Acessa Iadhec – Arte, Artesanato e Inclusão Social: As aulas são realizadas sob a supervisão de profissionais das áreas de Artes e Terapia Ocupacional, com o objetivo de vivenciar o aprendizado de técnicas artísticas e artesanais e o desdobramento para o circuito social, incluindo organização de bazares, venda dos produtos e visitas a museus e exposições.

 

  • Pintura e Desenho: A arte não é simples articulação de técnicas, ela é o território da livre expressão, da produção de sentidos e significados. Essa oficina pretende propiciar a experimentação de diferentes possibilidades artísticas, de modo que se constitua em um ambiente vivo, permitindo a apropriação das capacidades de todas as pessoas de se expressarem através da arte.

 

  •  Teatro: Explorar a comunicação em sua totalidade através da construção coletiva de um ambiente lúdico e criativo. A linguagem verbal é apenas uma das possibilidades expressivas no teatro, já que a simples presença do corpo ou até o silêncio pode comunicar. Cada participante tem seu espaço e tempo para entrar em contato com a linguagem teatral, descobrir suas próprias possibilidades de expressão e criar cenas e enredos.

 

  • Dança: Oferecer oportunidades e meios para que aconteça a investigação e descoberta do corpo. Trazer à tona um corpo disponível e aberto para diferentes ritmos e estilos de dança.

 

  • Corpo e Musicalidade: Apresentar aos alunos os elementos fundamentais da linguagem musical, a partir dos quais a percepção, a expressão e a capacidade de criação musical serão estimuladas, contribuindo para a atualização das potencialidades musicais dos mesmos.

 

  • Corpo e Movimento: Experimentar maneiras de utilizar seu corpo, seus gestos e movimentos, e aprender a partir da própria forma corporal/pessoal é o principal norte dessa Oficina. As experiências corporais são acompanhadas de intencionalidade educativa, buscando despertar e sensibilizar os sujeitos para sua existência corporal, promovendo interação e conexões entre o corpo físico, o corpo emocional, o corpo comportamental e o corpo cognitivo. Esse trabalho favorece o fortalecimento da presença, como um processo de subjetivação.

 

  •  Informática: Possibilitar o aprendizado das tecnologias digitais, visando que a pessoa faça uso delas de acordo com seus desejos e capacidades. Para tanto, a oficina de informática oferece diferentes possibilidades de aprendizado: das ferramentas básicas, do uso de jogos/entretenimento, uso do editor de texto Microsoft Word, da Internet e de mídias digitais – fotografia e vídeo.

Oficinas Pedagógicas

  • Oficina de habilidades cognitivas e visuoconstrutivas: Oferecer experiências para que a pessoa com deficiência possa através da percepção, atenção, associação, memória e linguagem, adquirir conhecimentos e consequentemente alcançar melhor inclusão no meio social, interagindo, portanto, com seus semelhantes sem perder sua identidade existencial.

 

  • Leitura e escrita: Promover o aprendizado da leitura e escrita às pessoas que não se apropriaram desse código de comunicação, por não terem tido oportunidade ou por não terem logrado sucesso no sistema de ensino. Além disto, pretende-se que essa oficina possibilite à pessoa estabelecer relações com objetos de conhecimento variados, de modo que os mesmos se transformem na elaboração das funções e estruturas cognitivas.

 

  • Atendimento Educacional Especializado: Oferece atividades e recursos pedagógicos específicos para aqueles que no ensino formal não logram sucesso no processo de ensino – aprendizagem. São pessoas com deficiência, sejam elas de natureza física, intelectual ou sensorial. Nestes atendimentos são desenhadas estratégias e conteúdos particulares a cada condição pessoal e única. Esta intervenção é prevista no sistema educacional para o atendimento de suas demandas (em processo de regulamentação).

O Banco de Bolsas do IADHEC – Instituto Aplicado ao Desenvolvimento Humano, Educação e Cultura tem como objetivo ampliar os atendimentos e garantir a continuidade dos mesmos, para pessoas em situações de vulnerabilidade social – com deficiência e condição econômica e financeira restrita.

Os critérios adotados para viabilizar os atendimentos da lista de espera são:

– Urgência no atendimento

– Comprometimento da situação econômica/financeira da família.

A avaliação será feita caso a caso pela Equipe de Coordenação do IADHEC, em diálogo com os profissionais que atuam na Instituição, não havendo hierarquia entre os itens citados acima.

Captação: As bolsas podem ser totais ou parciais, como também específica para um candidato ou uma contribuição pontual para o Banco de Bolsas, que abrange as Oficinas, o Espaço Terapêutico e a Escolaridade (Núcleo – Aprendizagem e Desenvolvimento).

Captação: As bolsas podem ser totais ou parciais, como também específica para um candidato ou uma contribuição pontual para essas oficinas.

Idealizadores e equipe responsável