Olimpíadas Especiais

de Abu Dhabi

Aconteceram em Abu Dhabi entre os dias 14 e 21 de março Os Jogos Mundiais de Verão das Olimpíadas Especiais, que é um evento multi-esportivo para atletas com deficiências intelectuais.

As Olimpíadas Especiais são diferentes das Paralimpíadas, que são voltadas a deficientes físicos e privilegiam o desempenho. O evento que acontece em março em Abu Dhabi têm vários níveis de competição, desde o alto rendimento até outros, nos quais cada atleta vai disputar com quem está em um patamar parecido ao seu. Isso é feito para atuar como fomentador de inclusão dos que têm deficiência intelectual.

A equipe brasileira viajou com patrocínio da Mubadala, empresa de investimentos de Abu Dhabi, que soube das dificuldades para viabilizar financeiramente a participação. Havia projeto aprovado desde novembro para captação de recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, mas o processo travou com o início do novo governo, que resolveu rever os projetos e processos.

As Olimpíadas Especiais ocorrem a cada quatro anos. Na última edição, em Los Angeles, nos Estados Unidos, a equipe brasileira conseguiu 38 medalhas, das quais 15 de ouro. Mas Millard explica que a quantidade de medalhas não importa. “Olimpíadas Especiais são sobre inclusão, não sobre competição”, afirma ele.

As Olimpíadas Especiais de Abu Dhabi receberam mais de 7,5 mil atletas de cerca de 190 países, o dobro das Paralimpíadas. Para nível de comparação a última edição dos Jogos Olímpicos (tradicionais) reuniu cerca de 10 mil atletas. As Olimpíadas Especiais são o maior evento esportivo humanitário do mundo.

O ex-jogador de futebol brasileiro e atual senador, Romário de Souza Faria, é um dos embaixadores das Olimpíadas Especiais Brasil e também esteve em Abu Dhabi com a equipe brasileira.

O Brasil levou 36 atletas para competir nas Olimpíadas e mais 15 pessoas entre atletas parceiros (que compõem as equipes, mas não têm deficiência), técnicos, delegados e equipe médica. O Brasil levou atletas para as modalidades de águas abertas, atletismo, bocha, futsal, ginástica rítmica, tênis, natação e vôlei de praia. Em 2019, até a produção dessa matéria os atletas brasileiros haviam conquistado o ouro na Natação em Águas Abertas e prata no Bocha e na Natação em Águas Abertas.

Saiba +